Segunda-feira
18 de Dezembro de 2017 - 

Clipping de Noticias

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Newsletter

Contatos

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,32 3,32
EURO 3,91 3,91

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . .
Dow Jone ... % . . .

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Secretário Estadual de Turismo presta contas na Comissão de Atividades Econômicas

O título de Município de Interesse Turístico (MIT) foi o principal tema abordado pelo secretário de Turismo Fabrício Cobra Arbex na reunião da última quarta-feira (6/12), na Comissão de Atividades Econômicas da Alesp. Os MITs recebem recursos anuais do governo do Estado para investimentos na infraestrutura turística. "O MIT é uma ferramenta que movimenta o Estado inteiro. É algo inovador que trouxe consequências positivas para os municípios que começaram a planejar o turismo", disse o secretário, que assumiu a pasta há três meses. Segundo ele, a partir de agora as cidades serão analisadas por ordem de chegada. "Até para não ter qualquer tipo de discussão com relação à preferência por determinado município", disse. Arbex explicou também que a prioridade da secretaria é acelerar a análise a fim de aumentar o lote de pareceres positivos pela Alesp para que as cidades tornem-se MITs. "Os que não forem possíveis para esse ano serão priorizados a partir de janeiro, quando as análises dos materiais enviados deverão ser concluídas", disse o secretário. Segundo o presidente da comissão, deputado Itamar Borges (PMDB), é importante que se tenha critério para o procedimento. "A secretaria tem se organizado nessa questão em relação ao tempo de análise, estabelecendo um cronograma de trabalho e recebendo a demanda da Alesp", disse. Para o deputado Sebastião Santos (PRB) os MITs oferecem uma nova vida para as cidades. Para o secretário, a cidade de São Paulo deveria investir mais no turismo. "O turismo é serviço e gerador de emprego. É preciso que haja mais pulgação das atrações", destacou. Estiveram presentes na reunião, além dos citados, a deputada Ana do Carmo e José Zico Prado (ambos do PT), Cezinha de Madureira e Edmir Chedid (ambos do DEM), Hélio Nishimoto (PSDB) e Reinaldo Alguz (PV). Municípios de Interesse Turístico Para que seja considerada MIT, a cidade deve ter atrativos turísticos, atendimento médico emergencial, serviços de hospedagem e de alimentação, informações turísticas e abastecimento de água potável e esgoto. A classificação garante a cada cidade o recebimento de cerca de R$ 650 mil por ano. A proposta é que, além das 70 estâncias já existentes no Estado, outros 140 municípios sejam incluídos na categoria de MIT. Cinquenta e uma cidades já haviam sido classificadas: Agudos, Altinópolis, Araraquara, Araras, Areias, Barretos, Brodowski, Buritama, Cabreúva, Campina do Monte Alegre, Cardoso, Cruzeiro, Espírito Santo do Pinhal, Guararema, Iacanga, Itapuí, Itupeva, Jaú, Lençóis Paulista, Jundiaí, Limeira, Lins, Mairiporã, Martinópolis, Mira Estrela, Mogi das Cruzes, Monte Alto, Nazaré Paulista, Novo Horizonte, Pedreira, Piedade, Rancharia, Registro, Rifaina, Riolândia, Rosana, Rubineia, Sabino, Sales, Santa Branca, Santa Cruz do Rio Pardo, Santa Isabel, Santo Antonio da Alegria, Santo Expedito, São Simão, Tabatinga, Tambaú, Tapiraí, Tatuí, Uchôa e Votuporanga.
07/12/2017 (00:00)

Contate-nos

Farah, Bittar, Ramos e De Luca - Sociedade de Advogados

Rua Viscondessa de Campinas  244
-  Nova Campinas
 -  Campinas / SP
-  CEP: 13092-135
+55 (19) 3252.2765
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  552866
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.